Governo Aberto DER
 

-->
Notícia  


DER-RJ conseguiu liberar o acesso das principais rodovias danificadas da Região Serrana
19/01/2011 - 17h40

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) informa que, após a soma de muito esforço, conseguiu desobstruir mais de 90% das rodovias atingidas pela catástrofe da Região Serrana, mesmo com alguns pontos em meia-pista, viabilizando assim a chegada terrestre das equipes de resgate e socorro (Bombeiros, Forças Armadas, Defesa Civil e etc), além da entrega de mantimentos básicos (água, remédios e comida) e donativos (roupas, colchonetes e etc) em maior quantidade nas localidades que estavam ilhadas após a calamidade que ainda aflige esses municípios do Rio de Janeiro. O Presidente do DER-RJ, Henrique Alberto Santos Ribeiro, está a frente das equipes que estão progredindo nas ações emergenciais, mobilizando o maior número de máquinas e homens para terminar até semana que vem os serviços de limpeza nessas estradas. No momento somente a RJ-134 e a RJ-146 (maiores detalhes dessas vias na relação abaixo) ainda estão com trechos interrompidos.

A estabilização das condições climáticas nessas localidades está ajudando no progresso dos serviços. Após esse trabalho, serão feitos estudos profundos para definir medidas e reformas que cada rodovia deverá receber para serem recuperadas.

Ao todo o DER-RJ conta com o efetivo de 250 homens, além de um vasto maquinário, composto por: 11 escavadeiras hidráulicas, 15 pás-mecânicas, 06 tratores, 12 retro-escavadeiras, 70 caminhões, 05 rolos compressores e diversos carros de apoio. Viaturas do BPRv (Batalhão da Policia Rodoviária Estadual) também estão distribuídas pelas rodovias para organizar o tráfego local.

Segue abaixo o balanço atualizado sobre a trafegabilidade nas rodovias danificadas:

- A RJ-142, que liga Casimiro de Abreu a Mury, distrito de Nova Friburgo, passando ainda por Lumiar, está com o tráfego liberado ao longo de toda sua extensão, com dois pontos em meia-pista: no km 2 (próximo a Mury) e no km 10 (próximo a Lumiar). O órgão segue trabalhando na limpeza completa dessa via, recebendo o auxílio de: 02 escavadeiras hidráulicas, 02 pás mecânicas, 02 retro-escavadeiras, 01 caminhão pipa, 04 caminhões truck, além de 15 homens.

- A RJ-150, rodovia que liga Nova Friburgo a Amparo, está com tráfego liberado até Amparo, com três pontos em meia-pista: km 0.7 e km 2 (próximos a Friburgo) e km 6,5 (mais próximo de Amparo). Já no trecho entre Amparo a São José do Ribeirão (distrito de Bom Jardim) o tráfego só está liberado para veículos leves, nessa extensão que é todo em leito natural. Nesta estrada o órgão está contando com o apoio de 03 escavadeiras hidráulicas, 02 pás mecânicas, 03 tratores D6, 03 retro-escavadeiras, 01 carreta, 11 caminhões truck, além de 20 homens.

- A RJ-148, que liga Nova Friburgo a Carmo, passando por Sumidouro, está com tráfego liberado, mas com vários pontos em meia-pista no trecho entre Sumidouro e Barão de Aquinos, como: km 17, km 27, km 29,3 e km 30,5 (todos os quatros sofreram com erosão de pista) e nos km 29,8, km 30 e km 32,8 (que estão com um abatimento de pista, ou seja, uma certa depressão na estrada). Entre os km’s 29, 8 e 30 estão sinalizados e com desvio de pista.

- A RJ-130, rodovia que interliga os municípios de Teresópolis e Nova Friburgo, está com o trânsito monitorado e liberado, com pontos em meia pista, devido à queda de inúmeras barreiras e erosões. No km 61,5, próximo a Nova Friburgo, está com um desvio sinalizado para atender o tráfego de momento. Já em outro ponto da RJ-130, o tráfego está em meia-pista no distrito de Vieira, que pertence a Teresópolis. Contudo a situação de Vieira é crítica, sendo um dos locais mais danificados dessa tragédia. Essa localidade é um dos grandes produtores de hortaliças, e está recebendo grande atenção por parte do DER-RJ. Neste ponto o DER está contando com o apoio de 02 escavadeiras hidráulicas, 05 pás mecânicas, 01 trator D6, além de 18 caminhões truck.

- A RJ-242, rodovia de produção agrícola está em meia-pista em diversos pontos entre a RJ-130 até Campinas, distrito de Nova Friburgo. No trecho que vai de Campinas a Águas Quentes o órgão já conseguiu remover diversas barreiras e o tráfego está liberado com pontos em meia pista. Nesta rodovia o DER está atuando com: 01 escavadeira hidráulica, 01 pá mecânica, 01 retro-escavadeira, 01 patrol, 01 caminhão truck, 03 caminhões toco, 01 carreta, além de 10 homens.

- A RJ-146 está dando passagem até o município de Bom Jardim, porém o acesso ao Centro da cidade está interditado devido à queda de uma ponte administrada pela ROTA 116 (Concessionária). Contudo, o DER-RJ está intensificando as obras de emergências no trecho de 100 metros da RJ-146, cuja pista de paralelepípedo, foi totalmente danificada. Essa extensão faz o acesso da RJ-146 até o entroncamento com a RJ-116.

- A RJ-172, que faz a ligação entre Macuco e Manuel de Moraes, segue liberada apenas para veículos leves, com limitador de altura no local, para controlar o acesso a ponte na localidade de Manoel de Moraes. Aguardando projeto de restruturação da ponte sobre o Rio Grande no entroncamento com a RJ-146. Neste ponto o DER está utilizando: 01 escavadeira hidráulica, 01 pá mecânica, 02 retro-escavadeiras, 01 caminhão truck, 02 caminhões tocos, 01 rolo compactador, além de 32 homens.

- A RJ-162, rodovia que liga Rio das Ostras a Trajano de Moraes, o tráfego segue em meia pista no ponto entre os Km’s 72,0 e 74,0, na altura da localidade de Tapera. O órgão já está trabalhando na recomposição do bueiro que rompeu na rodovia. Cerca de 10 homens estão atuando em dois períodos para restabelecer o tráfego pela via o mais depressa possível. Ainda serão utilizados uma retro-escavadeira e alguns caminhões truck.

Veja a Continuação do Balanço da Estradas Danificada – DER-RJ

 


Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados